quinta-feira, março 19, 2009

O Ser / Não-ser

quinta-feira, março 19, 2009
O ser se encontra completo quando se torna antagônico em si
É preciso ser tudo e é preciso ser nada
É preciso ser tudo em si e nada para si
Só o coração inerte em escuridão sabe contemplar a luz
Os olhos que nunca viram o desespero não saberão reconhecer um momento de felicidade
Assim como os ouvidos que nunca ouviram uma mentira não irão perceber o valor da verdade
A boca que nunca proferir uma palavra de ódio dificilmente saberá dizer eu te amo
É preciso ter dois braços, um forte para saber bater e um fraco para saber acariciar
É necessário ter duas pernas, a perna da emoção pra poder ir e a da razão pra saber a hora de voltar, preferir uma à outra é simplesmente estupidez. É se aleijar por opção. É não querer andar
Ser e se permitir não-ser
Pois o ser se encontra completo quando se torna sinônimo de si
Quando ser e não-ser significam uma coisa só: humano

27 deixaram-se levar pelo caos:

Maria Inácia Bellico disse...

É surpreendente o quão tu escreve bem! É necessário conhecermos os dois lados da vida, estes dois caminhos, ester ser e este não ser. É uma forma de até mesmo tu se encontrar (o verdadeiro eu, se é que existe é claro!). O meu problema é que sempre tem uma terceira opção... Ser ou não ser ou... Eis a questão!

Bjim*

Sentimental ♥ disse...

perfeito.
ser e não ser é na verdade uma virtude, é saber viver de acordo com o q a vida lhe oferece, sem se apegar demais a uma opção, encarar tudo como crescimento, oportunidade e ganho de experiência, mesmo perdendo em algumas situações.
é definitivamente uma linha tênue.
[mais um vez obrigada]
beijos

Felipe Attie disse...

Pega leve com Doors, rapaz...

:: rita :: disse...

. eu não queria isso de ser e não ser... mas isso é tão de mim: antagonismos e opostos em mim mesma...

p.s.
.
eu sempre olhando nas atualizaçoes pra saber se vc postou! ah, depois vai no seu gmail... talvez ja tenha ido...!

[paz]

Flavih Jones disse...

\o/ Lindoo.
Adorei o post.
Cada dia que passa tu escreve melhor.

Tbm tenho que conhecer os meus dois lados.

Beijos.!

exoticlic disse...

SOU EXTREMISTA OU PRA MIM é OU não é NÃO EXISTE MEIO TERMO

An-dreee-a disse...

"De ontem em diante serei o que sou no instante agora..."

Raphael Oliveira disse...

"Pega leve com doors, rapaz..." (2)

Mia disse...

Meu Deus!!!! Tudo tão verdade quando a dificuldade de reconhecer todo o valor do "pi"!!!

Mia disse...

Desculpaaaaaa, viajei. O "pi", número quase infinito, de valor 3,14... lembra não? Então deixa eu fazer outra comparação verdadeira...
Tudo tão verdade quanto 2+2=4! Dentre tantas outras verdades universais rsrsrsrsrs
Sem problema... =)

Anitha disse...

ah, o bem e o mal...

Gilmara disse...

"É necessário ter duas pernas, a perna da emoção pra poder ir e a da razão pra saber a hora de voltar".

Poxa, simplismente, adorei!

To be or not to be??? Eis a questão.

Abraços!

Gil

Anna Duzzi disse...

Sua habilidade com as palavras é incrível, incrível!

Vivianne Soares disse...

Os dois lados, o saber pesar as coisas.. a balança..
Texto muuito bom!
Adorei esse espaço, vou vir sempre!

Abraço!

Moonlight disse...

Olá,
Passei... fiquei...e adorei o que li!!!
È voce sabe dizer umas coisas mt certas:)))
Bjs com luar

Jones Mariel Kehl disse...

O importante é ser inteiro no ser-fracionado.

Concordo.

.moony. disse...

aaah, muito lindo *-*
tão difícil ser por completo =/
teh +
o/*

Vagner Kurz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vagner Kurz disse...

O que caracteriza um artista não é possuir sentimentos extremados, mas ter o dom de transmiti-los de alguma forma. Vc faz essa transmissão com maestria!! Parabéns!!!

Vagner Kurz

Amanda disse...

"Não pega leve com o Doors não", porque é bão ver textos como esse...cada vez melhor, mais louco....sei lá... acho que você é um ébrio mesmo, tem jeito não... desce mais uma.

:: rita :: disse...

. hum... menino sumido do msn! hihi!


p.s.
.
e nem precisou olhar nos seus olhos pra sentir que eles sempre contam uma história boa...


=*

Menino-Homem disse...

aqui a vida se faz em letras...!

Mel disse...

Que foufo, eu vi hoje que você "me segue"! gostei do seu blógue, coração, e concordo em escrever por escrever, até porque, o prazer maior da poesia é de quem a faz, não de quem a lê.

e tudo na vida é assim, não é mesmo, minha gente?hehe

bjo enorme e keep up the good work!

Roberto Ney disse...

assim como para cada ação há uma reação, quando somos, estamos ao mesmo tempo, não sendo.
viajei legal em teu texto...
grande abraço!

Marcelleee disse...

Eis a questão?rsrs:)Blog Massaaaaaaaaaa

Filipe Mantovan disse...

Fase azul? muito bom chefe!

Camila disse...

achei seu blog por acaso, gostei muito desse texto em especial. tomei a liberdade de usa-lo na descriçao do quem sou eu do meu orkut, coloquei a autoria, pra vc tem algum problema? espero q não =) gostei muito do teu jeito de escrever e do teu blog! =)

 
Escritor do Caos © 2008. Design by Pocket