quarta-feira, fevereiro 04, 2009

O Cão

quarta-feira, fevereiro 04, 2009
Havia acabado de tomar um pé da namorada, e logicamente, antes de ir pra casa procurar chumbinho no armário, passou no bar de costume pra tentar se afogar em um copo que parecia constantemente vazio.
Percebeu em um segundo momento, um pequeno cachorro sentado na calçada que parecia lhe encarar insistentemente.

Foi até o canino e lhe recitou estes versos enquanto apontava para a rua:

“Essa estrada é a mais estreita e curta que existe. Entre a ignorância e a razão, um passo a frente é verdade e um passo atrás é ilusão.
Nessa estrada, o coração parou, e voltou. Feliz por estar no começo da jornada, alheio à tristeza de conhecer o nada.
Nessa estrada eu corri, eu tropecei, eu caí, mas não percebi que quanto mais andava mais distante o horizonte ficava.
E sempre me perguntei. Se não escolhi caminhar, o que faço nessa estrada?”

O Cão respondeu:

“Não sei. Somos apenas os felizes escravos da ordem, contempladores da ignorância, amantes da ilusão que sem o beneficio da dúvida estamos à parte da tristeza de pensar. E de olhos fechados aproveitamos melhor o mundo que nos deram.”

Voltou ao bar, encarou o garçom e disse:
“Desce mais uma que eu ainda não estou bêbado!”

31 deixaram-se levar pelo caos:

Amanda disse...

AAAAAAAAAdoooorei!

Você é fantásitico...
Falando em fantástico,eu adoro Garcia Marquez... Li Cem anos de solidão em uma tarde, logo engatilhei memórias de um náufrago, ser comparada a ele, mesmo que de longe é de se pendurar no teto... obrigada pelos elogios, você sempre me faz corar

Silas disse...

Legal.
Nossa, ele achou que o cão iria falar ilusões, mas falou a realidade.
brilhante.
não deixe de comentar no meu blog.

Flavih Jones disse...

Muitoooo bom, muitoo bom...

Bem que vc poderia escrever um livro qualquer dia.
Escreve muito bem..

Beijos.

Matutando disse...

Um papo com os dois melhores amigos do homem: o cão e o copo.

A Flor do Sul disse...

Foi uma coisa mais sensata que ele fez, embora pudesse simplesmente ter ido pra casa e parar de beber... mas como estamos no Ocidente mesmo, até que não foi tão mal assim da parte dele...

Eu vivia jogando na cara da minha mãe:
"Mãe, eu não decidi vir ao mundo!"
E ela:
"Eu também não!"
Aí eu:
"É, mas tu me trouxestes aqui!"

depois, um amigo me falou:"Como assim 'não decidi'? Claro que decidiste! Quando agente é espermatozóide, luta com milhões de outros e vence.A gente quer vir ao mundo sim."

Depois disso, o meu mundo caiu. Ele me jogou cruelmente numa realidade em que, agora, não há mais desculpas prara nada.

Marcella Castro disse...

Aah adorei! Cão sábio esse heim! rsrs
Aliás, apesar de na realidade eles não falarem, eles sem dúvida nos entendem, principalmente num momento de pé na bunda rsrs
beeijo!

Fers. disse...

Tem uma frase do Frank Zappa que diz o seguinte: "Alguns cientisas acreditam que o hidrgênio , por ser tão abundante, é o elemento básico do universo. Eu questiono este pensamento. Existe mais estupidez do que hidrogênio, a estupidez é o elemento básico do universo."

Ou seja, concordo com o cão. E com o Frank Zappa

Andressa Xavier disse...

Nossa, gostei do blog :)
De verdade mesmo, gostei; e também gostei do post.

Beijo e um ótimo final de semana pra você !

Flavih Jones disse...

Então quando eu for ao Rio, vou a procura do Mrs. Borba. =D

Larissa disse...

Ótimo.
Pouco bêbados estamos todos nós, eu acho. Nessa linha de ilusões e realidade, onde até mesmo a figura do cão no seu post soube nos enquadrar. Fato.
Gosto do seu blog. :)
bj

Carolina disse...

Li, reli, refleti, li de novo. E a cada vez encontrei um significado diferente pra esse texto tão cheio de verdades... Vez ou outra sentimos como se nenhum de nós tivéssemos escolhido caminhar em estrada alguma, como se fossemos constantemente empurrados a um caminho indesejado, traiçoeiro, desconhecido; Caminho esse que eu dou o nome de tempo. Que por vezes não me deixa nem respirar, parar, e quando faz-me pensar joga toda a água fria e podre que eu preferia não ter conhecido. E como disse o cão, de olhos fechados eu aproveito muito mais.
É a primeira vez que entro aqui, mas já tenho a certeza de constantes visitas! Parabéns, de verdade.

Mariá ♪ disse...

Escritor do Caos rsrsrsrsr eu te indiquei num selinho que consta lá no meu blog o Incuse Girl, espero que vc goste, escreve demais viu? Quanta expressividade...

Beijokas!

[Maria]

Felipe Attie disse...

Então, seguidor Visceral... Agora, todos os domingos eu assinarei uma coluna na revista digital Os Armênios (www.osarmenios.com.br), onde postarei textos e quadrinhos de minha autoria. Se tiver saco também, dê uma conferida no Visceral Literário(www.visceralliterario.blogspot.com), pois eu transferi todos os meus quadrinhos pra lá. Obrigado e até...

Marília Ferreira disse...

O texto é brilhante. Assim como seu blog, muito bom mesmo.
Parabéns :)
Obrigada pela visita, volte sempre :)

Beeeijos
________
www.mahhferreira.blogspot.com

Felipe Attie disse...

Bom demais, cara! Desce mais uma hoje a noite, lá no Marcinho!

Rosangela Marassi disse...

Gostei muito de seus textos...
Acho interessante as pessoas que olham o mundo de forma diferente...
Acho que sou um pouco assim, mas não transmito com palavras e sim com cores e formas.

Parabéns!!!

Silas disse...

tem um selo pra vc no meu blog, passa lá.
http://silas989.blogspot.com/

Heber disse...

Victor, adoro as feições literárias dos amigos blogueiros. E vc vai bem nessa seara.

O bebado, poderia não achar que estava suficientemente alto depois da lição do cão. Mas só de chegar a esse diálogo já o faz um ébrio e tanto, né não?

[]´s

E olha, qd ao seu comente... não se se o vegetarianimso é a solução viu? É preciso de muita vitamina B12! ahuuah
[]´s

Nathália disse...

hahaha, muito bom!

Penélope Chiz disse...

caraaaa, tu escrevi muito, adorei essa parte: “Essa estrada é a mais estreita e curta que existe. Entre a ignorância e a razão, um passo a frente é verdade e um passo atrás é ilusão".
ual, eu adorei seu post. arrebentou aí cara. ;)

Flavih Jones disse...

Olha eu aqui de novo.

Só pra dizer que tem um selo lá no meu blog para vc. =D

Beijooos.

Felipe Attie disse...

Atualiza essa porra, Vitão!

Amanda disse...

botei um selo pra voce no meu blog, se quiser, passa la e pega mais um selo pra sua coleçao

Lua disse...

Muuuito bom!!
haha, adorei.

Bgs da Lua *:

Mariá ♪ disse...

Te indiquei num selo que consta no meu blog, o Incuse Girl.

Bjim*

Renata disse...

Não lembro se te respondi, mas: volte sempre Victor! beijo.

Beatriz Paz disse...

A arte de viver tentando nunca se arrepender. Impossivel rs
Adorei o cão.
Desculpa pela demora na resposta, é que eu não ando conseguido entrar :/
Beijos!
_________________________________
Soletra Pra Mim?
www.soletrapramim.blogspot.com

Marassi disse...

Larguei este peso que não me sustenta. gera amargura, cria miragens e ilude as vistas cansadas.

Suellem Boton disse...

Olá Victor!!!
Não é muito comum ver homens por qui...
Adorei seu blog!!!

Bjo grande!!!

Naiane disse...

OAHOAHOIAHAI...
Você é bom!

Camilla Azuos disse...

F.O.D.A.

 
Escritor do Caos © 2008. Design by Pocket